terça-feira, 13 de abril de 2010

Reino

Vivemos um tempo que devido as circunstâncias, adversidades desta vida, nos torna incessível aos acontecimentos castratosfico deste presente seculo. Como indivíduos, parece para muitos normal ser informado pela mídia tragedias, morte, abusos, uma normalidade dos tempo em que vivemos, e como cristãos, perdemos a sensibilidade do Espirito Santo, em prantear, pedir por misericórdia.
Apenas clamamos para que se cumpra a nossa vontade, desejos, sonhos, metas administrativas como corpo de Cristo e, nos esquecemos que há irmãos, famílias nossas sofrendo, planteando e, chorar com que choram parece-nos utopia... Orar para que haja paz neste na Nação, ter o sentimento em Cristo em nós ao perceber a dor de uma mulher, de um homem ou criança que sofre a perda de seu ente-querido estar muito longe de nós ao pedir ao Pai em oração que venha o Seu Reino! Reino manifesto em misericórdia, graça.
Que Reino! De justiça, não! Queremos um Reino feito para nós, ou seja, um reino com nossas vontades, que cumpra os nossos desejos!
Se o viver é Cristo, se renunciar os desejos deste mundo é viver, ter a mente, a vida de Cristo, como posso estar incessível e perceber que meu irmão precisa de pão, de um ombro, de novas vestes e não movimentar-me para isto se torne real...


Claudio Pereira

Nenhum comentário: