quinta-feira, 11 de junho de 2009

Atitudes que Me Levam a Viver um Milagre


Todos ou grande parte das pessoas que nos rodeiam esperam por um milagre, milagre este que venha surpreende impactar... E claro mudar o curso de vidas.
Contudo, seja este milagre para alguns: cura, libertação de um ente, amigo; no relacionamento conjugal e entre pais e filhos e vice-versa, profissional, financeira, emocional, enfim concluo que alguns de nós ou todos caminham em busca de um milagre.

O povo hebreu viveu durante alguns anos no Egito em total liberdade, constituíam famílias, e cada dia crescendo e fortalecendo. Até que um dia de livres tornaram-se cativos!
Mas um dia, Deus Pai atentou para o povo que criara, começou estabelecer sua vontade, de que o povo que formara para adorar estivesse, fosse de fato para a Terra que estabelecerá a muito tempo com Abraão.
De fato, no Egito o povo aprendeu muitas coisas boas, ou seja, neste mundo nós aprendemos muitas coisas boas, constituíamos famílias, crescemos quem sabe profissionalmente, mas chega uma hora e chegará esta hora que Deus quer que sejamos livres, para honrá-lo...
E reconhecer a dependência dEle, que muito embora, “os temperos, arquiquetura” do Egito seja de bom sabor, sua habitação seja aconchegante, tenho que focar para habitação de Deus, pois Ele é nossa morada, nEle encontramos habitação para sempre.
Percebo então, que em momentos de nossa vida, ou quem sabe, no auge ou em momentos de consolidar nossa fé, Deus faz um milagre, somos impulsionados a “sair”, então, Ele - Deus abre um mar, destrói inimigo; mas somos levados ao um deserto, á um lugar de diferenças climáticas, de escassez (água, alimento) para ver onde estamos posto os nossos olhos (foco).
Estar no deserto é uma resistência para o corpo físico (horas de calor, frio), para a mente; o povo hebreu começa a se educar, hora de alimentar-se, de parar, de arrumar suas tendas, de adorar, de marchar!
Penso: será que esta simples regra também tinha se perdido no Egito?
Será que esta simples regra perdeu-se hoje em sua vida?
Sim, hora de você parar, alimentar-se, de estabelecer, fincar bases em sua casa, de parar e, ver a provisão vindo do Céu ( e não por suficiência de seu trabalho) e, ir de encontro à ordem de Deus: ao ministério, ao foco de Deus, a viver o que Deus sonhou para ti (sua Terra prometida)...

“O diabo faz nos distrair com lembranças fúteis do Egito para não vermos a provisão de Deus e seu favor.”


Claudio Pereira - Membro da Comunidade Evangélica em Mesquita